sábado, outubro 22

Jornadas Mundiais da Juventude recordadas na Guarda

Dois meses depois do início das XX Jornadas Mundiais da Juventude realizadas em Colónia, os jovens que partiram da Diocese da Guarda, reuniram-se dia 15 desde mês no Seminário da Guarda.
Este encontro contou com a presença de mais ou menos 50 jovens que com alegria e saudade partilharam, comentaram e relembraram os momentos vividos na magnífica experiência que foram as Jornadas. Assim, logo pelas 10 horas da manhã começaram a chegar os primeiros jovens, que para além da comida para o almoço partilhado, traziam nas “suas mochilas”, muita saudade e vontade de passar um bom dia.
Depois de se matarem as saudades e de se fazer a oração da manhã, a proposta de trabalho para a manhã foi reflectir na mensagem da homilia de Bento XVI da missa de dia 21 de Agosto em Marienfield, no final das Jornadas Mundiais da Juventude. Bento XVI fez um apelo aos jovens, pediu que fossem a cada domingo à Eucaristia, e foi essa mensagem que o grupo esteve a reflectir.
Um dos momentos altos deste encontro, foi quando ainda da parte da manhã, cada jovem foi convidado a fazer por escrito, e só para si, um compromisso para a sua vida; um pouco em consequência das Jornadas Mundiais da Juventude e do que foi essa experiência de fé.
A seguir ao almoço partilhado e acompanhado de um belo caldo verde, houve momentos de grande descontracção, de gargalhadas e muita diversão proporcionados por um jogo que fez relembrar os acontecimentos mais caricatos ocorridos durante a viagem até à Alemanha.
Por volta das 16h, houve uma Eucaristia presidida pelo bispo coadjutor Manuel, que fez questão de estar presente uma vez mais, com os jovens da diocese que estiveram em Colónia, há semelhança da visita que fez a estes numa catequese em Neuss (cidade alemã onde os jovens da Guarda estiveram durante as jornadas), onde também presidiu à Eucaristia. Depois da missa, houve ainda tempo para um lanche antes das despedidas. E assim foi, a pouco e pouco, os jovens foram indo embora, já com o coração apertado e com muita vontade de marcar novo encontro.
Entre os diversos aspectos e conclusões que se podem tirar deste dia, há a destacar que de facto as jornadas ainda estão bem presentes no coração de cada um e que estes jovens querem fazer das suas vidas, jornadas de testemunho de fé.

1 comentário:

Cláudia disse...

As jornadas foram sem dúvida um momento marcante na vida de todos aqueles que nelas participaram. Estarmos outra vez reunidos para agora reflectirmos melhor sobre aquilo que vivemos e como transmitirmos aos outros e aplicarmos na nossa vida esta experiência tão enriquecedora é muito importante. As jornadas foram um momento que nos ajudou a crescer como cristãos que somos, que todos os dias saibamos aplicar na nossa vida essa mensagem tão bela.
"Não só de Pão vive o homem, mas da palavra que vem de Deus", a Eucaristia é muito importante para os cristãos.que saibamos vivê-la com alegria. E acima de tudo exteriorizar as palavras em acções, só assim poderemos vivê-la verdadeiramente.
Como a vida se torna mais bela, cada vez que acordamos e podemos sorrir,porque amamos e somos amados. Só podemos fazer os outros felizes, quando nós também somos felizes. E o segredo qual é? Saber AMAR e PERDOAR!!!